quinta-feira, 13 de março de 2008

Rapidinho


...tuas mãos que tateiam, tua boca que quer comer. Almoço servido. Mordida, beijo, mãos que apertam e puxam, rasgam a roupa, afoitas. Sobem e descem, arranham. Boca que suga, morde, me bebe…

Fome. Meu gosto escorre pelo canto do teu lábio. Tua mão pela cintura, desliza e impetuosa me puxa. Teu olho no meu quase ordena: “vem!”
Língua que lambe, que prova e lembra o gosto que ficou guardado junto com o cheiro d’uma camisa no fundo do armário. Língua que desce e prova o gosto doce-azedo do meu seio. Um pouco de sal no meio da pressa, biquini arrancado, língua deslizando pelas pernas. Arrepio.

Peito forte que aquece, acolhe. Braços de aço que apertam, pêlos que arranham e descem pelo baixo ventre, machucam com gosto. Excitam.

Molhada, minha língua desliza… chupa, bebe teu leite.
Entras em mim… quente, duro.
Põe fim a essa saudade, põe fogo entre minhas pernas.

http://eroticidades.wordpress.com

Nenhum comentário: