sexta-feira, 5 de março de 2010

Meu homem








Sua língua na minha buceta, no meu cu, de quatro, dão calafrios até agora. A mera visão do seu pau duro, pronto pra me comer, me tira do sério. Sentir seu cheiro, provar sua saliva, agarrar seus cabelos, lamber seu peito... é tudo que eu desejo a cada dia. Seu pau entrando pela primeira vez na noite na minha buceta é uma tortura e uma delícia, tento sair do meu corpo e não sei onde me agarrar. Me esfrego na parede, no chão, no lençol, e nenhum deles me devolve a esse mundo. Me perco em raios de luz atravessando meu corpo, começando pela minha buceta cheia do seu pau, passando pela minha bunda, agarrada pelas suas mãos deliciosas, as minhas costas úmidas acariciadas por você. Meus peitos, meus mamilos duros sendo agarrados, roçando o lençol, meus peitos balançando quando você mete mais fundo. Fecho os olhos, pra não deixar que meus olhos me distraiam do espetáculo sensorial que você me proporciona. Me concentro no prazer, nas suas mãos, no seu corpo, sua boca, sua língua, seu pau em contato com meu corpo. Cada toque é uma descarga elétrica, uma luz, um botão apertado. Gozo em cumes, em picos, em ondas, senóides. Vêm e voltam, e eu navego, bóio, me deixo levar pelo fluxo. Seu ritmo me leva, me trás, controla. Me entrego completamente pra você, entrego meu mundo de luz das ondas do meu corpo e escuridão dos meus olhos fechados. Minha boca pede mais, minhas mãos procuram onde se agarrar. Ou procuram aumentar seu efeito: enfio meus dedos, lambuzo meu cu de saliva pra você me comer de novo, nova onda de dor, prazer, seu pau entrando melado, gostoso, doloroso. Não sei se grito, se gemo, se peço mais, MAIS. Gozo mais e de novo, até cansar, até não aguentar mais. E nem sempre consigo ver você gozar, meus sentidos já estimulados demais, cansada. Mas quando vejo, deliro de novo com a força do seu pau se derramando, quente, viscoso, cheiro de homem, gosto de fim.

Quero mais.

Zel

3 comentários:

pornografo disse...

"enfio meus dedos, lambuzo meu cu de saliva pra você me comer de novo, nova onda de dor, prazer, seu pau entrando melado, gostoso, doloroso"

Tenho que dizer que meu pau, que já estava duro durante o texto, deu uma forte latejada nesta frase!!!!! Ótimo texto.. mui edificante.. ;-)

japonezuda disse...

Uau me deixou sem fôlego!!!
Muito boooom...
Pode sim...é só colocar o link pra mim ^^

Beijo

O Sussurrar do Corpo disse...

Uau!
Beijo sussurrado...