quinta-feira, 19 de junho de 2008

educação sentimental






Põe devagar os dedos,
devagar...
carrega devagar
até a parte de cima

veja,
o suco lento que
sentes escorregar
é as águas do meu prazer,
o seu vinho,
terás q beber
não ainda

Contorne a gruta,
Sinta toque adore
Eis ai diante de ti
O altar da mulher
Ajoelhe, curve

aí tens de parar,
descer, sem pressa...
aprenda, talvez,
tomar outro caminho

Mas põe os dedos
acaricie, torture
devagar, abra
acima, há um segredo
pouco revelado
desvende o
descubra e
terás uma escrava

não há no corpo
prazer maior
pequeno discreto
forte enlouquecedor
terás q beijar
molhar
chupar
sorver
e quando excitar
endurecer,engula
beba o q dele sair
vai, faça agora
Não tenhas medo
daquilo que te ensino...


ERH()S Baseado em texto de Maria Teresa Horta

Um comentário:

claudia disse...

Olá amei , o blog sem hipocrisia simplismente uma DELICIA...bjs