quinta-feira, 29 de maio de 2008

Me derreto












Quando vejo seu olhar parado, pousado sobre mim.

Me derreto, quando ouço seu zíper descer, quando vejo o cinto pela sua calça correr.
Sentindo seu tapa, o rosto quente, lambendo voce....
Em todas estas situações,
me derreto.

Ajoelhada em sua frente, bebendo teu prazer,
virada, de quatro pra ti, sentindo todo voce,
quando me segura pelas ancas,
quando de cadela montado em mim me transforma potranca,
quando jorra em meus seios...
Me derreto.

Me derreto ao ouvir o som da porta abrindo,
ao ver vc sorrindo
quando vejo seu orgasmo
quando faz de mim o seu brinquedo
e tbém, ás vezes que não quero, pq. sinto medo....
Ainda assim,
me derreto.

Me derreto
e escorro em sua língua
ou quando vc está por cima
e sinto todo o seu peso.

Sua forma de se apoderar, de me controlar, de me dominar, de me segurar....
Os orgasmos de presente.
A voz em meu ouvido, seu hálito quente
e toda segurança ao me penetrar...
Quando ri de mim,
qdo. chama querendo-me servil
abraçada em suas pernas
na cama descoberta,
engatinhando em sua direção,
apaixonada,
com tesão,
cabeça baixa,
explorada,
submissa a tuas vontades,
cadela em sua procura,
com a calcinha molhada,
implorando que me tenha,
No anal prazer e dor,
nos teus olhos amor,
te conto e grito a todos agora:
EU ME DERRETO!

Pedindo permissão para gozar....Esperando sua resposta.....Me derreto.
(...)


nandaevc

2 comentários:

CamaReira disse...

Aiiii que derreter gostoso...

Beijos Ardentes

VERTIGO disse...

Derreter é pouco.Neste blog as fotos são ótimas e os textos nem se fala.

.VERTIGO.